19 de setembro de 2018

Como lidar com o estresse



Por que encarar o estresse como seu inimigo quando o estresse pode ser seu melhor amigo? Por que lutar contra o estresse quando você pode redirecionar o estresse para trabalhar para você? Por que sofrer de estresse quando você pode ter sucesso com o estresse?

9 aspectos do estresse

É importante lembrar que o estresse só funciona e só existe como um sistema, não como uma coleção de peças.

1. Estresse é espaço

“Espaço" é uma área na mente que está vazia, sem espaço. Todas as experiências de estresse começam com a experiência de espaço.

2. Estresse é energia

Energia é a primeira coisa a se mover para o espaço criado por um desequilíbrio. O estresse é a experiência da energia empurrando e cutucando você em direção a um objetivo. O estresse é a força criativa que traz algo novo para o futuro.

3. Estresse é dualidade

O estresse é dialético, dualista. Linguagem, conhecimento e todas as medições requerem dualidade. Segurança, prevenção e planejamento, tudo isso exige dualidade. Mas a dualidade é apenas uma parte da vida; a dualidade nem é o modo como todas as coisas funcionam, nem é o modo como todas as coisas podem ser entendidas.

2 polaridades do estresse

A primeira polaridade do estresse é o passado (ou o presente) vs. o futuro. A segunda polaridade do estresse é a ausência de algo desejado vs. a presença desse objetivo ou objeto desejado.

4. Estresse é tempo

O estresse sempre tem duas posições opostas ocorrendo no tempo: o negativo, que existe agora, e o positivo, que deve existir no futuro.

5. Estresse é comparação

Comparação requer dualidade. A comparação é baseada no contraste entre opostos. A comparação do estresse sempre envolve o tempo como um fator. A comparação do estresse é sobre algo que deveria estar aqui agora, mas não está aqui agora.

6. Estresse é julgamento

Depois que duas coisas são comparadas, então o julgamento é o que diz se uma coisa é melhor ou pior que a outra. O julgamento fornece ou atribui valor à comparação.

7. Estresse é desequilíbrio

Um desequilíbrio ocorre quando duas coisas desiguais são justapostas. A consciência do desequilíbrio só é possível se houver espaço entre os dois itens que são comparados e considerados desiguais. O desequilíbrio requer dualidade. O desequilíbrio requer o conceito “tempo” para estar ciente do efeito do desequilíbrio. O desequilíbrio requer comparação para medir o grau do desequilíbrio. O desequilíbrio requer julgamento para avaliar e interpretar o desequilíbrio como sendo certo ou errado.

8. Estresse é objetivo

O estresse sempre tem um objetivo, tem um objetivo a ser cumprido.

9. Estresse é motivação

O estresse é a experiência de um vácuo, e “a natureza abomina o vácuo", assim que a natureza trabalha para preencher esse vácuo. O estresse é motivação, porque o estresse exige resposta e ação.
 
O estresse pode ser positivo

O estresse positivo é a experiência de algo se tornar o que deveria se tornar. O estresse positivo é progresso. Constatar que as paredes da casa estão subindo é experimentar estresse positivo. O estresse positivo envolve a interpretação positiva de resultados. O estresse torna algo manifesto.

O estresse pode ser negativo

Ter estresse negativo é tentar trabalhar. Para ter estresse negativo basta trabalhar sem progresso. O estresse negativo tenta tirar seu carro do atoleiro sem qualquer sucesso. O estresse negativo vai fazer com que você continue tentando realizar algo para o qual você é incapaz. O estresse negativo pode causar frustração e decepção, fazendo você trabalhar em algo impraticável. O estresse negativo não sabe o que é possível ou impossível. A energia do estresse negativo pode afetar seu corpo, seus relacionamentos, ou mesmo resultar em um vício quando sua mente se cansa de tentar resolver o insolúvel.

O perfeccionismo é positivo e negativo

O perfeccionismo é um estresse positivo quando consegue realizar o trabalho. Quando o perfeccionismo não alcança progresso ou realização, tal negação resulta na experiência de estresse negativo, mesmo se algum progresso ou trabalho positivo tenha sido realizado.

4 passos para o perfeccionismo perfeito

1. Use o perfeccionismo para encontrar ou imaginar o ideal mais elevado possível. 2. Esforce-se para encontrar esse ideal com todos os recursos que você puder reunir. 3. Não permita que o perfeccionismo interprete os resultados do seu trabalho, porque o perfeccionismo sempre concluirá que os resultados são insatisfatórios. 4. Aceite os resultados do seu esforço, lembrando-se que não existem ferramentas ou materiais perfeitos; portanto, não existem resultados perfeitos.

Não pense: "Eu fiz o meu melhor"; em vez disso, pense: "eu procurei e serví o mais alto”. Seus resultados serão sempre mais do que aceitáveis ​​quando você procurar e sirvir aos mais altos ideais que você puer encontrar. No entanto, seus resultados nunca alcançarão esses resultados ideais. Em suma, "Mire as estrelas, mas fique feliz quando pousar na lua”.

O estresse é inescapável

Correr, evitar e fugir do estresse são formas de estresse. O único lugar onde não há estresse é no túmulo.

Dilema do estresse

O dilema do estresse é que não podemos viver sem estresse, mas o estresse também pode nos matar.

Equilíbrio e Estresse

É uma lei da natureza que todo e qualquer desequilíbrio liberará energia, que será de uma maneira ou de outra trabalhada ou exercida. Se a energia de um desequilíbrio não for dirigida e exercida sobre o alvo ou meta de seu desejo, então a energia será redirecionada a um alvo ou objetivo que você pode não querer. Úlceras e hipertensão são duas maneiras comuns que o corpo encontra para queimar a energia do estresse que você não estã consumindo no objetivo almejado.
 
3 tipos de estresse

1. O movimento para frente

O movimento para algum objetivo, tarefa ou sonho está caminhando para frente. Este movimento para frente é experimentado como estresse positivo.

2. Movimento está engessado

O movimento para algum objetivo, tarefa ou sonho está preso ou engessado. Este movimento engessado é experimentado como estresse autodestrutivo.

3. O movimento para trás

O movimento para algum objetivo, tarefa ou sonho está caminhando para trás. Este movimento para trás é experimentado como estresse negativo.

Crenças Positivas para o Stress Positivo

Crenças positivas sobre o estresse sobre a vida 1. Não posso controlar a vida ou as causas da vida. 2. Eu só posso controlar minhas respostas às causas da vida. 3. Eu controlarei minhas respostas para uma vida melhor.

Crenças de Estresse Positivas sobre os outros 1. Não consigo controlar os outros. 2. Eu só posso controlar minhas respostas aos outros. 3. Eu controlarei minhas respostas aos outros para melhor.

Crenças de Estresse Positivas sobre o eu 1. Eu causo estresse por minhas atitudes, escolhas e comportamentos. 2. Eu controlarei minhas atitudes, escolhas e comportamentos para ter um estresse mais positivo e menos negativo. 3. Eu escolherei intenções, expectativas e interpretações que causem estresse positivo ou aliviam o estresse negativo.
 
Solução 1 para o Estresse: Escolhas de Trabalho

1. Escolha o trabalho produtivo

Escolha fazer tarefas que tenham resultados positivos. Use seu tempo para se concentrar no que obtém resultados. Concentre-se nos princípios mais elevados que puder, porque eles guiam o melhor progresso.

2. Evite o trabalho improdutivo

Evite deixar um projeto se tornar político ou envolvido em uma luta de poder pelo controle sobre o resultado ou quem recebe o crédito. Não permita que procedimentos burocráticos parem o trabalho. Não deixe o microgerenciamento dominar o trabalho.

3. Não procrastinar ou evitar o trabalho

Não procrastine, escape ou evite o trabalho, porque essas ações causam estresse autodestrutivo. O estresse autodestrutivo é o estresse vivenciado tanto de forma negativa quanto pessoal. Quando surge o estresse autodestrutivo, você não apenas acredita que o estresse é contra seus objetivos, como também acredita fortemente que o estresse está contra você. Sentimentos extremos de estresse autodestrutivo podem levar à paranóia, à projeção de um inimigo externo em alguém ou a alguma coisa, e a teorias da conspiração sobre alianças e forças inexistentes.

Evite distrações. Crie um ambiente de trabalho calmo, sem perturbações. Divida os projetos em partes, e em partes gerenciáveis ​​que não sobrecarreguem você. Aceite erros como parte do caminho para o progresso. Concentre-se no resultado positivo do trabalho, em vez do esforço negativo do trabalho.

4. Evite o trabalho contraproducente

Faça o trabalho que pode ser feito agora. Trabalhe na parte do projeto que você, neste momento, está motivado para trabalhar. Mantenha as pessoas afastadas que possam interferir ou desencorajar o trabalho. Trabalhe quando tiver energia e estiver interessado. Trabalhe quando estiver motivado e positivo. Faça pausas e volte ao trabalho com o coração e a mente abertos. Se o seu trabalho não está progredindo como deveria, então pergunte a si mesmo se você está cuidando de si e da sua família como deveria.

Solução 2 para o Estresse: Escolhas de Atitudes

Atitudes criam estresse

1. Pensar “sempre fazemos pelo menos algum progresso” causará estresse positivo.

2. Pensar “isso nunca parece chegar a lugar algum” causará estresse autodestrutivo.

3. Pensar: “estamos sempre atrasados” causará estresse negativo.

Percepção = realidade

Para os seres humanos, sua percepção é sua realidade. Isso ocorre porque os seres humanos são subjetivos, e não robôs objetivos, sem condicionamento, intenções, expectativas e interpretações. Aceite a natureza subjetiva da percepção humana e opte por fazê-la funcionar para você. A comida bem empratada tem um gosto melhor? "Sim e não". "Não" na mentalidade objetiva do computador. "Sim" em respostas humanas subjetivas.

3 atitudes de estresse são semelhantes

As três atitudes de estresse a se enfocar são:

1. Demandas realistas = estresse positivo

As demandas positivas são baseadas em "deve ser". Algo ou alguém é visto como tendo que ser de certa maneira. A mensagem das exigências positivas e realistas é procurar controlar apenas o que você pode controlar. Por que “deve ser” muitas vezes é uma solução? Posso controlar a vida? Não, mas posso influenciar positivamente e afetar a vida. Se o seu "deve ser" está tentando controlar o que você pode controlar, então o seu "deve ser" será capaz de completar ou fazer progressos no seu destino desejado ou objetivo.

2. Demandas não realistas = estresse negativo

Um mau administrador muitas vezes recorre a exigências positivas e não realistas. A mensagem de demandas positivas e não-realistas é não tentar controlar o que você não pode controlar. Isso fará com que o estresse negativo se acumule no alvo ou na meta, para que você se mova para outro alvo ou objetivo, para encontrar um novo lar para esse alvo, para essa energia.

3. Demandas negativas = estresse negativo

Exigências negativas são comandos de que algo não deve existir ou não acontecer. Exigências negativas são freqüentemente comandos de que algo deve ser desfeito. Demandas negativas são freqüentemente comandos de que a realidade deve ser invertida ou reescrita. Algo ou alguém é visto como não sendo do jeito que supostamente deveria ser; portanto, que algo ou alguém não deve ser do jeito que eles são. Racionalmente, todos nós sabemos que o passado não pode ser desfeito. No entanto, ainda tendemos a exigir que o passado se adapte ao modo como pensamos que o passado deveria ser. Racionalmente, todos nós sabemos que alguém que fez algo realmente fez aquilo. No entanto, ainda tendemos a exigir que ele ou ela não tivesse feito isso no passado. Racionalmente, todos nós sabemos que o que fizemos foi o que fizemos. No entanto, ainda tendemos a exigir que tenhamos feito de forma diferente da que fizemos. Os objetivos do tipo "não devem" são impossíveis. 1. Você não pode mudar "o que é" em "o que não é". 2. Você não pode mudar "o que era" em "o que não era". 3. Você não pode mudar "o que será" em "o que não será". 4. Você não pode fazer os fatos desaparecerem ou magicamente mudarem só porque você não gosta deles.
 
Solução 3 para o Estresse: Corrija-o Aceite-o

Concentre-se em saber quando escolher resolver problemas e quando escolher lidar com os problemas.

2 opções produtivas

A resolução de problemas aumenta e promove o estresse positivo e a realização de metas. Lidar com o problema diminui e previne o estresse negativo ao mesmo tempo em que suspende a solução de problemas. A estratégia geral que este livro recomenda é resolver primeiro o problema e depois decidir se a resolução de problemas está bloqueada ou é impossível.

Corrigir ou aceitar

Escolha se concentrar no trabalho para melhorar as coisas ou opte por se concentrar na aceitação dos problemas para conviver melhor com eles.

1. Resolva o problema procurando e encontrando informações, conselhos, apoio e ajuda, mas não culpando ou condenando. 2. Lide com isso aceitando, focando em outra coisa, orando e confiando no apoio social, mas não choramingando.

4 coisas que eu posso mudar

1. Minha atitude em relação à vida, aos outros e a mim mesmo. 2. Como eu respondo à vida, aos outros, às provações e às tribulações. 3. Como escolho gastar meu tempo e energia. 4. Como eu resolvo problemas e luto com minhas limitações.

4 coisas que eu não posso mudar

1. A maneira como a vida é agora. 2. A maneira como os outros são agora. 3. O que eu fiz ou não fiz. 4. Minhas limitações reais ou atuais.

2 opções saudáveis

Faça cartazes, pinturas, anotações, mensagens, gravações de áudio – o que funcionar melhor para você - e escreva a seguinte mensagem em sua casa, na escola, no trabalho e no carro. Corrija-o ou aceite-o.

Solução 4 para o Estresse: os 3Rs

Eles formam a base de um sistema completo de auto-ajuda, conforme descrito no livro Garden.

Solução 5 para o Estresse: eu posso vs. eu vou

Concentre-se na escolha correta para evitar falhar no controle, o que produz estresse negativo.

Se você quiser evitar o estresse negativo, evite tentar controlar o que não vai ou não pode controlar. Se você quiser ter estresse positivo, concentre-se em controlar o que pode e vai controlar.

3 tipos de demandas de estresse

1. Eu devo, posso e vou.

Exigir trabalhos quando você ou outros podem e cumprirão a demanda.

2. Eu devo, mas não posso.

Exigir resultados negativos quando você ou outras pessoas não podem cumprir a demanda. Livre-se de suas demandas e comandos para si e para os outros quando essas exigências não puderem ser realizadas.

3. Eu devo, mas não vou.

Exigir resultados negativos quando você ou outros podem, mas não cumprirão a demanda.

Espere até que a motivação ou intenção de cumprir a demanda esteja pronta para acompanhar a demanda. É melhor descobrir por que os funcionários não estão seguindo os procedimentos de segurança para só então fazer mais exigências para que os procedimentos sejam seguidos.
 
Solução 6 para o Estesse: FAM

A REBT encoraja as pessoas a terem a Auto-Aceitação Incondicional (USA), a Aceitação Incondicional dos Outros (UOA) e a Aceitação de Vida Incondicional (ULA).

Desenvolver o FAM: Frustração como motivação

A maioria dos pensamentos sugeridos abaixo são pensamentos que você pode escolher durante as provações, tribulações e dificuldades. Esses pensamentos ajudarão você a desenvolver um relacionamento vitorioso com a frustração.

Ficarei grato por esses desafios porque eles me farão mais forte.

Desenvolverei novas práticas eficazes durante essas batalhas.

Honrarei o trabalho como sendo um privilégio, não importa quão difícil ou tortuoso seja o trabalho.

Vou encarar o aprendizado como algo que me prepara para trabalhos maiores e mais interessantes.

Vou encarar minhas lutas como oportunidades.

Solução 7 para o Estresse: estresse sobre objetivos

A dialética do estresse

O estresse é principalmente uma dialética entre o certo e o errado ou entre o positivo e o negativo. Portanto, evite tomar a parte fraca do estresse como se fosse um direito seu porque, então, a parte “forte”(o objetivo) do estresse lhe escapará.

Você pode cobrir uma meta que é negativa com pensamentos positivos e afirmar que é positiva quando é realmente negativa. Por exemplo, os terroristas fazem isso alegando que matar mulheres e crianças inocentes serve a Deus.

Vire o estresse do avesso

Use o estresse da sua dor e sofrimento para se concentrar em objetivos positivos. Use o estresse de sua raiva para trabalhar para corrigir os erros. Use o estresse da sua ansiedade para ajudar a tornar o mundo mais seguro para as crianças. Use o estresse da sua depressão para ajudar os outros a encontrarem sentido na vida. Use o estresse de sua dor para ajudar os outros a valorizar as coisas importantes da vida.

Lidar com o estresse

Se você não for redirecionar, refocar ou tornar seu estresse, deixe-o em paz, deixe-o a sós ou se entregue. Muita gente busca uma vida livre de estresse. Não existe vida sem estresse, mas apenas morte sem estresse.

A tendência humana para o negativo

A natureza humana, bem como todas as coisas, tem tendência para o negativo. Em outras palavras, todas as coisas tendem à desorganização, decadência, morte e destruição. É preciso um sistema externo para orientar qualquer coisa para a organização e para a vida. Portanto, você deve estar vigilante sobre sua tendência ao negativo. Quando o seu estresse quiser preguiça, procrastinação, medo, escapismo, comer em excesso, ou algum outro fim negativo, então aceite que existe uma necessidade, mas também aceite e insista que a necessidade pode ser satisfeita por meio de objetivos melhores. Conceda a si mesmo o maior tempo possível com a companhia de pensadores positivos e buscando informações positivas por meio de livros, música, meditação, oração e por outros meios.

O estresse estrutura o tempo

As pessoas querem ser mantidas estimuladas ou ocupadas para que possam evitar enfrentar o estresse. As pessoas gostam da TV porque a TV as ocupa para não precisarem ocupar-se do estresse. As pessoas gostam de esportes e de notícias porque podem ser usadas para distrair as pessoas do estresse. As pessoas preferem o drama sem sentido e o conflito em lugar do silêncio e da serenidade porque o silêncio leva as pessoas face a face com o estresse.

Sofra bem

Há apenas uma coisa que eu temo: não ser digno dos meus sofrimentos. Fyodor Mikhailovich Dostoyevsky.


Fonte: Kevin FitzMaurice, Stress for Success, FitzMaurice Publishers, 2a edição, Portland, OR, EUA, 2013. Trechos selecionados.